Por que casar?

(by Yoko)

Então vamos começar com a série de posts sobre nosso casamento!

Primeiro, eu devo dizer que nunca tive um sonho grandioso de casamento, me vendo entrar de noiva numa super igreja e com aquelas festanças de varar a noite… Na verdade, por muitos anos eu nem queria casar.

Achava que isso era só uma norma besta da sociedade, que as pessoas podem simplesmente se unirem, sem ter que provar nada pra ninguém. Ou seja, eu super respeito as pessoas que optam por essa escolha de só morar junto, sem nenhum proclame oficial. Eu teria feito isso, eu acho.

E o que mudou? Mudou que… bem, eu acabei num trabalho que não é lá muito convencional e numa posição em que é preciso “tomar uma posição”, “fazer as coisas certinho”. Não é exatamente que sou obrigada a casar, mas digamos que isso vai me dar mais paz de espírito.

Daí, pensando bem, hoje não acho que seja uma ideia muito ruim. A parte espiritual é importante para mim. A parte da festa, que eu achava uma bobagem, só pra gastar dinheiro, na verdade se transformou numa oportunidade pra reunir algumas pessoas e se divertir, compartilhar um momento feliz (e não uma pompa e circunstância só pra neguinho ver). A parte do registro civil também é meio que simbólico de uma nova fase “cidadã” minha. E o todo acabou representando uma nova fase da vida.

Sabe, como em aniversários, marcando um novo tempo de vida? Pois é. E acabou que tudo faz sentido. Às vezes precisamos nos permitir esses momentos, é mais um divisor de águas na vida. E por que não?