NY – por quê?

(by Yoko)

Bem, como vocês viram no convite, optamos por fazer algo original, que combinasse com a gente – e a gente gosta de karaokê! A recepção após o casamento no civil em São Paulo será pequena e quase tudo aprontado por nós mesmos… Logo na noite do dia seguinte nós partimos para fazer a bênção religiosa pela nossa ordem budista e optamos por fazer… em Nova York!

É isso aí. A gente vai pra lá e aproveita pra passear, tirando umas “férias / lua de mel”. Mas por que NY?

Eu já estive por lá duas vezes, bem rapidinho, uma delas foi por conta própria e consegui passear um pouquinho, mas foi principalmente para um evento que teve lá e eu descrevi no meu outro blog pessoal, numa série de posts, o primeiro dos quais foi este aqui.

20130925-statueofliberty05

Acontece que a pessoa que cuida do templo lá em NY é o mesmo cara responsável pelo primeiro encontro entre eu e o noivo. Quando ele veio para o Brasil, em 2011, eu o acompanhei até Belém do Pará, onde morava o João até então. Na época não aconteceu nada entre eu e Johnny, depois de alguns anos ele veio morar em São Paulo, demorou ainda algum tempo, até que finalmente acabamos ficando juntos. Mas o primeiro “encontro” real foi por causa desse médium de Nova York, e gostaríamos que ele oficiasse a cerimônia pra gente.

110108-ctjovens

Então Nova Iorque tem um significado especial para nós, por isso escolhemos esse destino! Nós dois já tínhamos o visto americano, então essa parte não foi difícil, reservamos a passagem e o hotel (com alguns imprevistos, mas paciência) e vamos tirar algumas fotos juntos por lá e postar por aqui no futuro. Inclusive no local do Central Park em homenagem ao John Lennon – ele e Yoko moraram em NY por algum tempo, ou seja, no final tem tudo a ver!

20130923-brooklynbridgepark-sunset02

The ballad of John and Yoko

Nesta canção, John Lennon acaba meio que descrevendo como foi o casamento com Yoko Ono. Os dois iam embarcar em um navio, mas por ela não ser inglesa, não conseguiram. Foram para Paris, quando receberam a notícia de que poderiam se casar em Gibraltar, na Espanha. Depois foram para Amsterdam, onde fariam o protesto “bed in”, pela paz.

Nos primeiros meses deste blog, será inevitável: vamos compartilhar aqui os preparativos do nosso casamento e nossa inspiração base é John e Yoko. Tem alguns outros detalhes, mas hoje ficamos aqui com a letra da balada de John e Yoko.

***

Standing in the dock at Southampton
Trying to get to Holland or France
The man in the mac said
You’ve got to go back
You know they didn’t even give us a chance

Christ you know it ain’t easy
You know how hard it can be
The way things are going
They’re going to crucify me

Finally made the plane into Paris
Honeymooning down by the Seine
Peter Brown call to say
You can make it O.K.
You can get married in Gibraltar near Spain

Christ you know it ain’t easy
You know how hard it can be
The way things are going
They’re going to crucify me

Drove from Paris to the Amsterdam Hilton
Talking in our beds for a week
The newspapers said
Say what’re you doing in bed
I said we’re only trying to get us some peace

Christ you know it ain’t easy
You know how hard it can be
The way things are going
They’re going to crucify me

Saving up our money for a rainy day
Giving all our clothes to charity
Last night the wife said
Oh boy when you’re dead
You don’t take nothing with you but your soul, think

Made a lightning trip to Vienna
Eating chocolate cake in a bag
The newspapers said
She’s gone to his head
They look just like two gurus in drag

Christ you know it ain’t easy
You know how hard it can be
The way things are going
They’re going to crucify me

Caught the early plane back to London
Fifty acorns tied in a sack
The men from the press
Said, “we wish you success
It’s good to have the both of you back”

Christ you know it ain’t easy
You know how hard it can be
The way things are going
They’re going to crucify me
The way things are going
They’re going to crucify me